sábado, 26 de abril de 2014

A GREVE CONTINUA!!!


 A direção do IPC, da Escola Osny Macedo Saldanha, os Professores (as) e os funcionários (as), pela primeira vez na história, conseguiram construir uma unidade de ação e paralisaram totalmente as atividades e estão participando ativamente da greve da categoria.

 Este realmente é um momento novo muito interessante. Não apenas pela adesão á greve, mas pela consciência que os Professores (as) e funcionários (as) estão tomando sobre a necessidade da luta social como instrumento político de pressão, na defesa da concretização dos seus direitos.

  É importante destacar que os Professores (as) e funcionários (as), não estão paralisados apenas na defesa dos seus interesses, mas sobretudo e principalmente na luta pela melhoria da qualidade da educação de todos os alunos e alunas cegos e cegas, ou com baixa visão, que estudam nas escolas públicas do Estado.

 Neste processo, não apenas as manifestações de apoio, mas a efetiva participação dos pais/mães e dos próprios alunos cegos ou com baixa visão, também é muito importante e pode fazer uma grande diferença neste momento histórico na vida desta Escola Especial.

 Por isso, na opinião do Professor Enio, Diretor do IPC e da Professora Idamaris, Diretora da Escola Osny, o fato dos próprios Professores (as) e funcionários (as), terem tomado a iniciativa de aderirem a greve, representa uma demonstração de descontentamento com os rumos da educação no Estado.

 Pelo menos até a próxima segunda-feira a Escola Osny continua fechada. Neste dia, lá na frente do Palácio Iguaçu, os Professores (as) e funcionários (as), se reúnem, avaliam e decidem se continuam paralisados, caso a Assembleia da categoria deste sábado, delibere pela manutenção da greve.

 Curitiba, 26 de abril de 2014.

 Prof. Enio Rodrigues.
 Diretor do IPC.
 Prof Idamaris Singulani Costa.
 Diretora da Escola Osny Macedo Saldanha.

Nenhum comentário: