quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Seminário de Cegos elege presidente e secretário geral da UPC

O Seminário de Cegos de Cascavel, promovido pela Associação Cascavelense das Pessoas com Deficiência Visual - ACADEVI, realizado nos dias 12, 13 e 14 de novembro passado, teve mais de 140 participantes representando diversos Estados brasileiros.

Além das temáticas sobre o trabalho, a educação e a alto organização das pessoas com deficiência visual, um conjunto de propostas relacionadas com os assuntos debatidos, também foram aprovadas na plenária final.

A proposta contra a manutenção de escola especial para alunos com deficiência visual, foi aprovada com mais de 90% dos votos dos participantes. O mais interessante nesta proposta é que mesmo os participantes de outros Estados, também votaram defendendo que as escolas especiais sejam transformadas em Centros de Atendimento Educacional Especializado.

Outra proposta, também aprovada, propõe que a Secretaria de Estado da Educação (SEED), realize uma Audiência Pública com participantes de todas as regiões do Estado, com vistas a discutir o Atendimento Educacional Especializado (AEE), ofertado aos alunos com deficiência visual.

 Por outro lado, aproveitando a realização do Seminário, também foi promovido uma assembleia geral ordinária da União Paranaense de Cegos (UPC). Nesta assembleia, foram promovidas reformas nos estatutos da entidade, eleita a sua nova diretoria e aprovadas diretrizes de atuação para os próximos dois anos.

Uma das diretrizes estabelece que nos próximos dois anos, deverão ser feitas consultas e estudos junto às entidades de pessoas com deficiência visual de todo o Estado, objetivando transformar a UPC numa federação de entidades de cegos.

Para presidente da UPC, foi eleito o analista de sistema do Tribunal de justiça do Estado do Paraná, Gilberto Y. Ozawa. O Diretor do IPC, o professor Enio Rodrigues, foi eleito secretário geral.

Nenhum comentário: